Tag Archives: Portugal

Está a acabar

Contrariamente a outras pessoas cuja opinião também transcende o frete da indignação controlada para que nada mude, estou optimista em relação a mudanças para o futuro do país. De acordo com a minha experiência empírica, a maioria dos divórcios ocorrem na faixa etária dos 40-50, isto após duas décadas de vida conjunta. A década dos […]

Start a war

Se perguntarem a um camponês se ele considera a sua colheita pública, iniciam uma guerra. Se perguntarem a um comunista se nos dá o seu iPad, iniciam uma guerra. Se perguntarem a um socialista se nos dá o seu tacho cronyista, iniciam uma guerra. Se perguntarem a um discípulo de Sócrates o que quer, iniciam […]

Macambúzio português

Não sei porquê, estou, com quem quero estar, num dos meus sítios preferidos do planeta e não consigo sentir-me feliz. Talvez sejam as notícias do país, talvez as notícias de casa, talvez a meia-idade, talvez o regresso a casa, talvez a situação desoladora, talvez a incapacidade de levar um dia de cada vez, talvez a […]

Futuro de Portugal

Portugal vai ficar no sítio onde está. Sempre foi um clube privado, sempre o será. O maior milagre de países como Portugal é levar à crença do povão que este pode, efectivamente, mudar alguma coisa. Portugal é um country club. Os portugueses são os ciganitos na tenda do jardim. O futuro de Portugal é ser […]

NÃO

Seguro no final da reunião com Passos Coelho: “não houve nada de novo” (qual é a pressa?). Líder do PS nega abertura de “qualquer processo negocial” (quem criou os problemas que os resolva?). Presidente do BES avisa que “austeridade está a chegar ao limite”. Senhora reformada de 67 anos, Opinião Pública, SIC Notícias, 18 de […]

Lambebotismo, um hobby nacional

Krugman acha que Troika é sádica. Pronto, já está. Alternativas? Hiper-tera-inflação. Não sai disto. Começa a parecer masoquismo que o lembrem deste magnífico (sem ironia) texto ou qualquer outro que contribuísse para que o Nobel lhe fosse atribuído. O Lambebotismo é um hobby nacional que deve ser cultivado. Muito mais que no golfe ou no birdwatching, devíamos […]

O ensino em Portugal é a ferramenta do livrinho vermelho

Não há uma única pessoa que saia da escola pública com capacidade de compreender o 25 de Abril, a Revolução Francesa, a União Soviética, qualquer guerra do século XX, autocracias, teocracias e burroburocracias. Descobrir o flagelo do socialismo só por conta própria e contra tudo que seja a papinha sancionada. Mais não se pode esperar […]

Nazis ao poder!

O termo “nazi” está muito depreciado. Tudo isso por causa de uma mera experiência que correu, vá, menos bem. Vamos abandonar uma ideia tão bem pensada só porque as coisas correm mal à primeira? Não entendo porquê. Nós até temos partidos comunistas e, bem, a contabilidade de “menos bem” é-lhes muito pouco favorável. São esses, […]

A narrativa do ponto de vista do narrado

Quarta-feira Esfoliado, maquilhado, penteado, auto-ajudado, auto-endeusado, preparado mas léxico-limitado, caracterizou o estropiado como o desgraçado penetrado pelo triste fado do estado apanhado no pecado de o ter recusado. Quinta-feira Tinteiro esforçado sobre o pantomineiro que saltou para o tabuleiro – diz que nem quer poleiro – e nem sequer é paneleiro, o mundo é que […]