Category Archives: Tudo e nada

A casa lisboeta

Há uma casa em Lisboa por onde passam todos os que querem ser aprovados para a tarefa patriótica que consiste em tratar os portugueses como gado. No seu interior, a sopeira-alcoviteira aparenta imunidade ao alho enquanto ajusta o vibrador anal em forma de crucifixo, uma recordação dos tempos áureos a entreter homens de negócios no […]

Aviso aos syrizas

Têm 28 dias para poderem apagar os posts pró-Syriza.

Método de comparação internacional anotado

Isto pode ficar um bocadinho maluco, por isso, leia por sua conta e risco: A história ainda popular sobre a crise portuguesa e europeia do euro, cheia de vida desde 2008, baseia-se em imagens ou alegorias acessíveis a todos os que não entendem de economia ou que não querem gastar o seu precioso tempo, com […]

Isamor, Isamor, que fizeste à tua vida, filhota?

O que leva Isabel Moreira, ex-aluna do Colégio Mira Rio, dos 3 aos 14 anos, a escrever no Expresso, além da facilidade que o jornal tem para albergar no seu seio empresarial os maiores tolos que criticam o capitalismo enquanto dele se alimentam, quem sabe se para os ter debaixo de olho, que “o ataque […]

Pequeno-almoço saudável

Pelos Campos do mundo senha e signo ele não desiste e nunca se repete e em cada rua é um menino de camisola número sete. Pelos campos do mundo seu nome é quem nos diz ele corre e finta e dribla e com os pés1 pelos campos do mundo escreve outro destino. Por isso diz-se […]

Eu ainda não fiz amor com o Sócrates

Letra e música de Rogério Lério Estás aí, todo bom Eu aqui, no Japão Quero tanto te tocar Com jeitinho e devagar Sinto-me tão sozinho Resta-me este vinho Fico zonzo de te amar Sem te poder tocar Eu ainda não fiz Eu ainda não fiz Eu ainda não fiz amor com o Sócrates Eu ainda […]

Resumo do prós e contras

   

Petição para manter os Mirós em Londres

O ministério da cultura britânico não deve permitir que obras relevantes saiam do território nacional assim por dá cá aquela palha. Assim sendo, não crendo que o ministério da cultura britânico seja tão solicito como o aglomerado Canavilhas-Magalhães-Medeiros, não resta outra hipótese que uma petição para que o governo britânico cumpra a sua função como […]

Somos todos Miró

Somos todos egípcios. Somos todos tunisinos. Somos todos argelinos. Somos todos iranianos. Somos todos gregos. Somos todos cipriotas. Somos todos sírios. Somos todos Eusébio. Somos todos catalães. Somos todos uma merda.

Venda das raparigas: um texto críptico sobre idiotas

Erzsébet Báthory como ministra da cultura Erzsébet Báthory foi representada no filme Contes immoraux de Walerian Borowczyk por Paloma Picasso. O pintor seu pai, Pablo, nasceu em Málaga em 1881. Miró nasceu em Barcelona em 1893. A distância entre Málaga e Barcelona é 931 km pelo caminho mais a jeito. O PS anuncia uma providência […]