Pedido de esclarecimento

Dona Fabíola Cardoso,

Apesar de não ser deputado, não deixei de ler a sua pungente carta, já que a publicou aqui.
Estou a considerar o seu pedido para a co-adopção de duas crianças mas tenho algumas dúvidas que gostaria que esclarecesse:

  • Afirma que “estas duas crianças são fruto de uma relação lésbica”. Pode explicar como é que isso aconteceu? Resolveria o desejo de outras relações lésbicas em procriarem sem recurso a material genético de, digamos, gajos.
  • Qual das senhoras é reconhecida pelo Estado Português como mãe?

Atenciosamente,

Manuel Parreira