Start a war

Se perguntarem a um camponês se ele considera a sua colheita pública, iniciam uma guerra.

Se perguntarem a um comunista se nos dá o seu iPad, iniciam uma guerra.

Se perguntarem a um socialista se nos dá o seu tacho cronyista, iniciam uma guerra.

Se perguntarem a um discípulo de Sócrates o que quer, iniciam uma guerra.

Se perguntarem a um pensionista quanto contribuiu, iniciam uma guerra.

Se perguntarem a um espanhol se nos dá Olivença, iniciam uma guerra.

Se perguntarem a um minhoto se nos dá a sua igreja, iniciam uma guerra.

Se perguntarem a um algarvio se nos dá a sua praia, iniciam uma guerra.

Se perguntarem a um funcionário público o que é que ele produz, iniciam uma leitura da Constituição.