Monthly Archives Junho 2013

Um dia de greve

A minha prima Armanda, conhecida em Fânzeres como A Rata Doce, andou na escola com a Ana Malhoa e trabalha numa padaria em Quintã. Telefonou-me há pouco a relatar-me da greve do Arménio Sacristão, que também acumula com a 6ª repartição de finanças de Gondomar, a que o Major quase encerrou depois de lá deixar […]

Faz o que eu digo, não olhes ao que eu faço

As corporações continuam a passar com sucesso a mensagem “da sociedade”, essa visão fascista que as protegerá com a bandeira do anti-fascismo.

Bandarilhar a manada

As pessoas não gostam de ser espicaçadas, nem quem não o sejam. Um tipo escreve umas coisas e a manada, sempre avessa a divergências do modelo comportamental da mente bem formatada, corre em apupo geral, quase sempre criticando o que acham que poderá ser a intenção escondida naquilo que não está escrito. Não me queixo. […]

Classificação dos portugueses segundo os media

Há seis categorias na taxidermia política nacional como vista pelos média: A: Apoia partido da oposição, desde o estalinista aos que pediram resgate É um patriota. Quer defender o país da tragédia e da figura geométrica recessiva (normalmente em espiral) através de investimento público, maiores salários, “vida além do défice” e, no geral, não resolver […]

Pedro Adão e Silva é o quê?

Eu acho que é a Valentina Torres do século XXI. Mas não sei, nunca fui aos jantares.

Note-se a camisa aberta

Tozérando por aí

Organizar a greve dos professores

Quem leva A Bola, quem leva o Record, quem leva O Jogo? Destas coisas ninguém fala e depois ainda dizem que querem defender a escola pública.

Ode ao caldo

A alarve sopeira sopava alegre Alegre soprava sopa ao alarve Sopra alarve sopeira sopra Sopa que sopra sopeira à tarde. — Brochnyziev

Sopeira