le mariage gay

Agora já é possible marriê un tipe avec un tipe. Isto é o progresso, galopante, a trote e em montadura do principio que diz que a felicidade laica só faz sentido apropriando instituições supra-estatais.

Está tudo num nome. É extremamente importante, o nome. Estas pessoas são felizes não com presença diária e sim com um verbo que implica uma acção delimitada no tempo. Casar é instantâneo. E é isso que eles querem, o acesso ao instante que não lhes pertence. O estado laico é mesmo religioso.