Histórias pungentes da crise: Jorge, negócio falido

O Jorge tinha um clube de vídeo em Pedrouços, infelizmente já encerrado, que possuía a maior colecção de filmes envolvendo sexo de pessoas humanas com cavalos.

O Quim, que alugou 4 vezes o “O Garanhão Preto”, quando arranjou emprego como inspector da ASAE, no desempenho da sua função, foi obrigado a multar o Jorge por vender rissóis confeccionados pela Dona Armanda, a sua mãe.

Moral da história, a Internet deu cabo dos clubes de vídeo. Por muito menos que isto mataram o rei Dom Carlos.