Alguém viu os meus cheques?

Jornal Sol. Hoje. O flagelo dos cheques desaparecidos é transversal à sociedade humana.

Jornal Sol. Hoje. O flagelo dos cheques desaparecidos é transversal à sociedade humana.

Meus amigos, não estou a brincar. Perdi 843 cheques do Totta e 482 do Santander. O motivo pelo qual tenho tantos cheques é que gosto de fraccionar em quantias insuspeitas as minhas transferências para offshores. Tudo perfeitamente legal e, que eu saiba, prática comum.

Vocês interpretam é mal aquilo que vos digo: A minha conta na CGD é a única que tem cartão Multibanco e VISA. Quando me perguntaram quantas contas bancárias tinha não estava à espera que me estivessem a perguntar quantas contas bancárias tinha. Essa forma rasteira de colocar as perguntas é um nojo, ficam já a saber.

Esta cabala, esta campanha negra que paira sobre a minha pessoa, é sobretudo motivada pela minha beleza, verticalidade e potência sexual. Há gente muito invejosa. Essa gente nem cursos de jeito tem, uma vergonha.

Apelo então a quem encontrar os meus cheques para os enviar para:

Manuel Parreira Enterprises
P.O. Box 752GT Georgetown
Grand Cayman KY1- 1104
CAYMAN ISLANDS

Muito obrigado.