Adopte uma vaca

Há campanhas de adopção de animais que consistem em atribuir-lhes nome e receber uma placa comemorativa. Não me levem a mal, acho uma óptima ideia – sem ironia – como modo de financiamento de parques zoológicos e similares1. E os humanos? Quem financia os humanos? Se a Jonet diz alguma coisa, caem-lhe todos em cima (salvo seja, que a senhora não se mete em cavalgadas ou bizarrias), se o Ulrich diz que os bichitos aguentam no seu habitat, boicotam-lhe o banco e tudo (como se vê, estão desgraçadinhos)… Assim não dá. Ou defendemos a igualdade, ou defendemos a diferença.

Mas, ó Parreira, tu achas mesmo que é a mesma coisa mesmo?“, pergunta o jovem da camisa à JSD. Eu acho que não, Duarte Albuquerque. Por isso mesmo, proponho que ignoremos tudo o que acabei de dizer e passemos à adopção das vacas, as vacas mesmo, daquelas que ruminam mesmo a sério, mesmo.

O senhor Bartolomeu, de Teixugueiras, tem uma pequena quintinha, ali quem vai para a Portelinha, estais a ver? No ano passado, o veterinário lá de Cabeceiras, disse-lhe que já não ia receber fundos da CEE para manter a vacaria. O que vai ser da vida do senhor Bartolomeu? Tem 45 vacas ali enfiadas no pré-fabricado em chapa, e inda a semana passada veio o boi cobri-las. “Ai, a minha vida“, dirá o senhor Bartolomeu. Destes flagelos não falam os da reabilitação urbana. E pronto, para ajudar o senhor Bartolomeu, decidi colocar aqui as fotos das meninas para que sejam adoptadas. Vocês escolhem o nome, que pode ser “a malhada”, “a castanha”, “a malhada”, “a cornélia”, “a mimosa”, “a cornélia malhada”… Estais a ver a ideia, não estaindes? …E pronto, enviais os vossos bitcoins para adoptar uma vaquinha. O senhor Bartolomeu envia-vos todos os anos umas chouriças e sempre que tiver galinhas ou a geada não der cabo das pencas, mais qualquer coisinha. Não ficaindes mal, posso garantir-vos, é um homem que não é agarrado.

As vaquinhas do Senhor Bartolomeu. Donativos para asasfa

As vaquinhas do Senhor Bartolomeu. Adopte uma enviando 1 bitcoin para 1M9EXr2NGtTREchiabojLcLuLhCMvMVyzv


1 Sim, idiota, é mesmo possível concluir desta frase que apoio/repudio jardins zoológicos, porque entender donativos privados uma forma boa de financiamento significa logo que a minha irmã anda na vida (que anda, eu vi).