A atracção pelos comentadores de televisão

Hokusai Katsushika's (葛飾北斎, 1760–1849) The Dream of the Fisherman's Wife.

Hokusai Katsushika’s (葛飾北斎, 1760–1849) The Dream of the Fisherman’s Wife.

Este post é quase tão pseudo-intelectual como os do terrorista, mas sem ódio irracional por Cavaco Silva e apetência mórbida por bancarrotas. No fundo, é fake-pseudo-intelectual porque não passo de um simples troglodita que já foi bloqueado pelo João Pinto e Castro.

O comentário político televisivo funciona para os espectadores como um jogo de futebol mas com testosterona. Naturalmente, isso atraí mais mulheres que 22 gajos musculosos e de calções a chutarem violentamente um símbolo de fertilidade feito de pele de vaca. A atracção sexual começa com a lábia, que é o maior indicador do tamanho real do pénis, mesmo acima da medição exacta do próprio.

Eles são todos uns mafiosos” e “são todos da maçonaria” só reforçam o que estou a dizer. Achamos que os gajos pertencem a um sistema tentacular, a um polvo pegajoso, mas não abdicamos de um bom roço à lagareiro.

Enquanto tivermos percepção que assim é, estamos bem. Toda a gente gosta de sentir um tentáculo com ventosas a sugar-nos a pele, isso é humano. Quando perdermos essa percepção, quando acharmos que estas pessoas e Coisos têm algo a dizer, aí sim, estamos verdadeiramente perdidos numa trama sexual digna de Irvin Wallace.

Pronto. No fundo este texto todo só serve para colocar a ilustração de cima e insultar as gueixas do Coiso, mas consegui fingir que parece quase tão profundo como se tivesse colocado uma foto de uns sapatos com legenda “afundamento do Titanic“. Ou isso ou qualquer post do Adelino Maltez gerado no lerolero.com.